por Tody Macedo

star

Lave a alma,

leve a calma,

carregue o que quiser.

Molhe, sufoque, afogue-se-puder…

 

E se precisar sair, suma.

Se precisar cair, bruma.

Mas de maneira nenhuma acostume-se

 

Chegando aos poucos e de mansinho…

Palavras baixas, devagarzinho…

Tecendo estrelas entre céu e horizonte…

No holocausto do caos