por Tody Macedo

Aprendo a cada instante a não deletar pessoas

Visto que instantes, momentos, tudo foi importante

Seja proporcionando momentos belos ou ruins.

Percebo que o coração não se move em vão

Impulsiona passos, cadências irracionais

Acarretando em caos o que ainda não tem fim.

Não apago de uma bomba relógio quem participou

Mesmo fazendo ato, cena de âmago em dor

Explodindo num regresso a zerar.

Vou extinguir do sistema límbico, isso sim

Já que o baú da memória não deixa evadir.