por Tody Macedo

se meia verdade bastasse

eu enchia um copo pela metade

com as lágrimas perdidas

nos risos que outrora me foi sorrido

ah, se a meia mentira me jogasse estrada abaixo

enchia os pensamentos do clarão do fim do dia

iluminando as mentiras da escuridão

se meia taça de vinho me bastasse na alegria

em plena companhia me fizesse no rubro dos lábios

arrancaria o vermelho do sangue

venderia feito ouro esses beijos

se meia taça de vinho me faltasse completaria nesse perfume que outrora em mim revelasse