por Tody Macedo

Se eu soubesse quem eu sou deixava de lado minhas asas de papel que uso para alcançar minhas idéias impregnadas nas nuvens.

Se eu soubesse onde estou desarmava as bombas que você deixou no meu quintal afastando o bem e o mal.

Se eu soubesse para onde eu vou não fugiria do descaso e sem malas partiria para onde os olhos não te encontra mais.

E se eu soubesse o porque não olharia para trás, deixando seus olhos  no aconchego dos braços ais.