por Tody Macedo

Ainda há tempo de mudar o foco…

Por um instante sinto e toco

Longe das destrezas do pesadelo

Há intento numa gota do copo, do zelo

Num corpo perdido na força

Que se mova, se contorça

Em panos limpos de agradável frescor

Num leve amasso de deleite e dor