por Tody Macedo Um feliz aniversário pra Erlane... Obrigado pela sua amizade

Ontem fui dormir com vontade de escrever algo diferente. Deve ser porque está tudo diferente em mim? Ou porque minha visão de mundo há mudado? Ainda não sei dizer, mas o céu está com um azul que nunca tinha visto, o frio não queima mais minha pele, e parece que não há mais distância entre amigos…

Uma força sempre me toma nesta época. Não sei se é a lua ou se é simplesmente o fato de saber que esperam que os versos brotem feito água em nascente.  E realmente as letras saltam aos meus olhos. Basta um pingo de inspiração. Basta uma emoção marcada em foto de um site qualquer. Mas não será uma arte qualquer em se tratando da lua espessa, ou do olhar de uma amiga, que na calada da noite escureça a visão turva… pois é, inebriou…

Eu gosto de beber das fontes noturnas. Faz-me sentir como se faltasse somente alguns instantes pra que a magia acabe. E é incrível como sempre que depois de acordar, ali estava algumas palavras mágicas que faziam dissipar a serração da insensatez mórbida.

Fizeram-me louco. Fizeram-me poeta. Do mais é a voz inquieta que rouba a cena mais uma vez, a voz que grita, que aperta o peito, que derrama lágrimas sem receio. É uma palavra que mata, que fortifica… tem algo diferente…

É mais um dia que se passa, que parece algo qualquer. Mas não será como uma nuvem que passa, que a gente inventa uma forma a ela. Um dia novo com uma nova perspectiva…