Por Tody Macedo

Em um segundo o tempo me roubou a tranqüilidade

Paisagem ficou encoberta

A visão ficou turva

Milhões de palavras e uma voz muda

Em um segundo viajei no tempo

Alcancei o passado nas estrelas

Passeei no presente arqueado

Correndo veloz,  galopado

Em um segundo você me distraiu

Perdi minha bandeira, minha razão

No livre combate saí ferido

Cabeça erguida, não saí destruído

Em um segundo…

Voz lenta, sorriso abandonado

Coração palpitante pra amar um segundo

Que me deixa confuso, distraído

E retraído pela loucura de amar

Me ponho a girar em mais um segundo…