Por Tody Macedo

Ouço a chuva cair com o espírito saltar pela janela!!!

Os sentidos saltam da minha pele com o calor tropical.

Clamo pelo branco que cai, suave e doce como um vinho.

Um espírito que pede ser lavado e levado para onde nem Odim esteja…

Cansei de ser protegido pelos trovões…

Cansei de correr com os relâmpagos nas nuvens…

Agora caio como partículas de neve.

Um leve salto para o infinito.

E as palavras outra vez se tornam minhas.

No seu consciente do meu inconsciente,

Espírito simples e livre.