Por Tody Macedo

De repente some o som!

A escuridão é quebrada por um pequeno brilho.

Silêncio quebrado com o brilho do olhar e no meio da escuridão rompeu-me sem abstrair-me.

Nunca vou traduzir seu olhar.

O que há por trás do brilho que acaba por cegar-me sempre que dirige a mim a porta de sua alma.

Transcender num piscar de olhos.

Roubar-me a fala, dispensa os meus pensamentos, mostra-me que a ausência das pulsações e respiração é só um pequeno sintoma de ter sido atingido por uma flecha lançada pelos teus olhos.