Por Tody Macedo

Se o vento falasse, ele sussurraria seu sorriso aos meus olhos, e levaria meu recado aos seus ouvidos.

Se o vento falasse, eu seria iludido por seus contos de amor como uma criança que acredita em histórias de ninar.

Haveria de ter uma só palavra…

Bastaria uma só palavra para traduzir o que os olhos não vêem – seu perfume.

Poderia ser uma brisa a me embalar ao som do balançar dos seus cabelos. E se o vento falasse, ele iria compor uma canção em seus lábios.

E se o vento pudesse, destilaria sua vida em versos, poesia e canção.

08082010